divagares

Maio 27 2012
publicado por divagares às 15:04

Maio 26 2012

Cinco judeus reúnem-se para decidir o que é importante para a raça humana. Moisés coça a cabeça e diz: "A capacidade de pensar", Jesus pousa a mão sobre o coração e diz: "A compaixão". Marx esfrega a barriga e diz : "A alimentação". Freud leva a mão às virilhas e diz: "O sexo". Einstein tamborila nos joelhos e diz: "É tudo relativo".

publicado por divagares às 19:47

Maio 24 2012

"O homem é simultaneamente um ser solitário e um ser social. Enquanto ser solitário, tenta proteger a sua própria existência e dos que lhe são próximos, satisfazer os seus desejos pessoais, e desenvolver as suas capacidades inatas.

Enquanto ser social procura ganhar o reconhecimento e afeição dos seus semelhantes, partilhar os seus prazeres, confortá-los nas suas tristezas e melhorar as suas condições de vida. É apenas a existência destes esforços diversos e frequentemente conflituosos que explica o carácter especial do ser humano, e a sua combinação específica determina em que medida um indivíduo pode alcançar um equilíbrio interior e contribuir para o bem-estar da sociedade. É perfeitamente possível que a força relativa destes dois impulsos seja, em grande parte, determinada por hereditariedade. Mas a personalidade que finalmente emerge é largamente formada pelo ambiente em que o indivíduo se encontra por acaso durante o seu desenvolvimento, pela estrutura da sociedade em que cresce, pela tradição dessa sociedade, pela apreciação que faz de determinados tipos de comportamento. O conceito abstracto de sociedade significa para o ser humano individual a soma total das suas relações directas e indirectas com os seus contemporâneos e com todas as pessoas de gerações anteriores. O indivíduo é capaz de pensar, sentir, lutar e trabalhar sozinho, mas depende tanto da sociedade - na sua existência física, intelectual e emocional - que é impossível pensar nele, ou compreendê-lo, fora do quadro da sociedade. É a Sociedade que lhe fornece comida, roupa, casa, instrumentos de trabalho, a linguagem, formas de pensamento e a maior parte do conteúdo do pensamento; a sua vida foi tornada possível pelo labor e realizações de muitos milhões de indivíduos no passado e no presente, que se escondem sob a pequena palavra sociedade."

publicado por divagares às 21:23

Maio 21 2012

Hoje, tenho uma dulpa comemoração - que festejo há 39 anos: Faz 43 anos que cheguei ao cais de Alcântara, vindo da guerra colonial/Guiné, onde fui obrigado a permanecer 25 meses e a constatar muitas atrocidades. E o meu filho mais velho faz 39 anos de idade.

publicado por divagares às 14:51

Maio 18 2012


publicado por divagares às 22:19

Maio 18 2012

"Considero este estropiamento dos indivíduos como o pior mal do capitalismo. Todo o nosso sistema educativo sofre deste mal. Uma atitude exageradamente competitiva é incutida no aluno, que é educado para vencer o poder aquisitivo como preparação para a sua futura carreira.

Estou convencido que só há uma forma de eliminar estes sérios males, nomeadamente através do estabelecimento de uma economia socialista, acompanhada por um sistema educativo orientado para objectivos sociais. Nesta economia, os meios de produção são detidos pela própria sociedade e são utilizados de forma planificada. Uma economia planificada, que ajuste a produção às necessidades da comunidade, distribuiria o trabalho a ser feito entre aqueles que podem trabalhar e garantiria o sustento a todos os homens, mulheres e crianças. A educação do indivíduo, além de promover as suas próprias capacidades inatas, procuraria desenvolver nele um sentido de responsabilidade pelo seu semelhante em vez da glorificação do poder e do sucesso na nossa actual sociedade.

No entanto, é necessário lembrar que uma economia planificada não é ainda o socialismo. Uma economia planificada pode ser acompanhada por uma completa sujeição do indivíduo. A realização do socialismo exige a resolução de alguns problemas políticos e sociais extremamente difíceis: como é possível com uma centralização em grande escala do poder económico e político, evitar que a burocracia se torne omnipotente e arrogante?Como se pode proteger os direitos do indivíduo e assegurar um contrapeso democrático ao poder da burocracia?"

publicado por divagares às 17:53

Maio 15 2012
publicado por divagares às 11:55

Maio 14 2012

Estes painéis de azulejo, são da autoria de Louro de Almeida e Rogério Chora. Decoram a fachada do Edifício do Centro Comercial do Bonfim.

publicado por divagares às 21:18

Maio 12 2012

Crónicas da Idade Mídia


 

2ª Feira às 23h (com repetição ao Sábado às 01h00)
Um programa genial! Uma hora de emissão a não perder.
publicado por divagares às 13:35

Maio 09 2012

"Há lobos sem ser na serra,

Há lobos sem ser na serra...

E eu ainda não sabia...

À sombra do arvoredo,

Trabalho de noite e dia.

Cada qual com sua arte...

E eu ainda não sabia...

Há lobos em toda a parte..."

publicado por divagares às 15:49

mais sobre mim
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
16
17
19

20
22
23
25

28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO