divagares

Outubro 19 2012

Manuel António Pina (1943-2012)

 

"... Devagar

te amo e às vezes depressa,

meu amor, e às vezes faço coisas que não devo

..."

publicado por divagares às 18:31

Outubro 19 2012

De novo em cena no Teatro Municipal de Almada a partir de 20 de Outubro

publicado por divagares às 11:42

Outubro 19 2012
publicado por divagares às 11:40

Outubro 18 2012

Uma das muitas vítimas da perseguição da igreja católica em Portugal foi António José da Silva, que ficou conhecido por o Judeu. Aos 34 anos foi queimado na fogueira em mais um auto-de-fé, depois do processo que lhe foi movido pela santa inquisição. Em nome da fé, este português, prestigiado intelectual nascido no Brasil, depois de barbaramente torturado é queimado vivo no dia 18 de Outubro 1739 em Lisboa.

Da sua obra, a peça de teatro As Guerras do Alecrim e da Manjerona, será talvez a mais conhecida e ainda hoje mais representada

publicado por divagares às 14:22

Outubro 16 2012

Foi o próprio que o disse para que todos ouvissem. E agora, Gaspar não passa de um ministro monstruoso! Ao mesmo tempo que salienta a enormidade que custou ao Estado Português a sua formação, empenha-se com os seus pares do governo a negar aos actuais jovens deste Povo, que ele diz ser o melhor do mundo, as mesmas condições de formação.

publicado por divagares às 19:11

Outubro 14 2012

"Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma"

Joseph Pulitzer (Abril 1847 - Outubro 1011)

publicado por divagares às 19:24

Outubro 13 2012

publicado por divagares às 11:59

Outubro 13 2012
publicado por divagares às 11:58

Outubro 12 2012

Depois de ter sido atribuído o Prémio Nobel da Paz a Obama, e antes também a Al Gore, já não surpreende a atribuição deste ano à União Europeia. É simplesmente repugnante!
publicado por divagares às 20:55

Outubro 11 2012

"Uma situação a extremar-se pede uma oposição de contundência/emergência. O Mal du pays e o diagnóstico planetário recomendam uma operação de cabeça aberta. O deficit mediático-democrático é astronómico. Igual ou superior ao das Finanças. Os responsáveis da gover(nação) económico-política & os seus agentes-comunicadores têm uma colossal dívida para com a Liberdade de Informação. A Liberdade de Imprensa pouco tem a ver com a Liberdade de Empresa. A Futura Ordem Democrática terá contas a ajustar com a Presente Ordem Mediática."

 

Esta é a segunda (e última) transcrição da obra Curso de Chiens de Garde, de César Príncipe, que conforme já referi anteriormente, será apresentada pelo autor e pelo Prof. Manuel Pinto, amanhã 12/10 pelas 19 horas, na Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto

publicado por divagares às 11:02

mais sobre mim
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

15
17

23
26
27

30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO