divagares

Outubro 06 2015

Pedro Tadeu.jpeg

"Graças a Deus e aos eleitores, ninguém tem maioria absoluta. Isto impedirá Passos de abusar. Isto obrigará o PS a definir-se. É, para já, a melhor solução para o país.

Se o PS se aliar à direita (e o Bloco não se despistar na puerilidade das divergências internas) esta versão de Catarina Martins pode captar o apoio dos não comunistas desiludidos com o crónico socialismo metido na gaveta pelos residentes do Largo do Rato.

Se o PS se aliar à esquerda, a ala direita do partido rompe, toma o partido de assalto, funda outro, ou vai para o PAF. O PS que restar, viciado em viver à conta do Estado, avançará, desorientado, para o suicídio político ou correrá para os braços deste eventual novo Bloco.

O PS de hoje não discute, portanto, a liderança de António Costa. Discute a sobrevivência."

publicado por divagares às 18:48

mais sobre mim
Outubro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

17

19
20
21

25
26
27


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO