divagares

Maio 23 2016

Cannes Palma de ouro.jpg

O mítico Festival de Cinema de Cannes na sua 69ª. edição voltou a afirmar-se com todo o seu prestígio. Chegado ontem ao fim, a par dos filmes apresentados, há que destacar tomadas de posição assumidas no decorrer do certame, ligando-o também dessa forma, ao mundo em que vivemos, de grosseiros atropelos à democracia, de discriminações de todo o tipo, de fome, de guerra um pouco por todo o lado, seja à bomba, seja nas novas formas agora muito em voga. Atitudes fortemente politizadas, são de assinalar as protagonizadas por artistas e técnicos brasileiros em pleno tapete vermelho e por Ken Loach, ("o mundo perigoso em que vivemos, a necessidade de o cinema protestar contra o neoliberalismo crescente que tem feito definhar a Europa, a Grécia, Portugal, porque outro mundo é possível, outro mundo é necessário") o celebrado realizador britânico premiado pelo seu filme "I, Daniel Blake". Filme que conta a história dum operário marceneiro que, depois de - e mais não digo, porque o melhor mesmo é ver  o filme logo que surgir a oportunidade.

 

Cannes, geral.jpg

 

 

publicado por divagares às 21:52

Maio 20 2016

Já algum tempo foi publicada aqui a interpretação a solo pelo Dani Blak, seu autor, agora temos uma criativa interpretação colectiva de luxo:

 

publicado por divagares às 23:13

Maio 18 2016

a vastidão

e o escuro habitado por ecos de vozes

era a água a correr

o mundo cada dia nascia  e cantava  uma flor

e as mãos

com elas dançavam

as mãos acreditavam

no ar ardiam palavras

um rio de palavras  alegria  aventura

 

e não anoitecia

 

José Vultos Sequeira

publicado por divagares às 14:10

Maio 13 2016

 

publicado por divagares às 22:03

Maio 11 2016

EN2 - mapa.jpg

A Estrada Nacional nº. 2 faz hoje 71 anos. Inicia ao quilómetro zero em Chaves e termina em Faro ao 737 (embora haja registo que refira 739,20 quilómetros de percurso total da rota).

É a estrada mais longa do país percorrendo-o do extremo norte ao extremo sul, atravessando 36 concelhos e os principais rios.

O retrato mais perfeito da EN nº. 2 será, talvez, o que está publicado no blog Estrada Nacional 2 de Chaves a Faro, cujo autor (que desconheço) a percorreu de uma ponta a outra ao longo de 6 dias, e procedeu à recolha de imagens interessantíssimas.

Ao quilómetro 533 a EN nº. 2 - que actualmente, da ponte sobre o rio Almansor em Montemor-O-Novo até Casa Branca é identificada por ER 2 - atravessa a vila do Escoural, adquirindo nomes de rua (da entrada até à igreja rua Magalhães Lima, da Igreja até à Casa do Povo rua António José de Almeida e a parte restante avenida Humberto Delgado), constituindo a principal artéria da localidade.

Inaugurada em 1945 como Estrada Nacional nº. 2, a sua história não começa aí, já que incorpora troços já anteriormente existentes com denominações várias - Estrada Real, Estrada Regional e até Estrada Nacional. Foi de terra batida (lembro-me de ser feito o primeiro alcatroamento do troço Escoural - Casa Branca, era eu de tenra idade), empedrada, sobretudo dentro das localidades. Nas proximidades do Torrão manteve o  empedrado até 2010.

Esta rota, uma das três maiores em todo o mundo (atrás da mítica rota 66 dos EUA e da rota 40 na Argentina) constitui um património que urge preservar, associando-se a valorização das cambiantes regionais, a arquitectura, a gastronomia, etc.

Uma das medidas a ser considerada deve ser a recuperação dos 737 marcos existentes ao longo de todo o percurso.

 

 

publicado por divagares às 19:16

Maio 07 2016

Depois da destruição, morte e roubo praticados pelo chamado ISIS, a reconquista e a celebração simbólica da PAZ, em Palmira, Síria. Com os músicos da orquestra do Teatro Marinsky e o maestro Valeri Guergiev:

 

 

publicado por divagares às 13:59

Maio 05 2016

049.jpg

 

publicado por divagares às 10:34

Maio 01 2016

 

publicado por divagares às 22:14

mais sobre mim
Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

15
16
17
19
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO