divagares

Fevereiro 20 2014

Esta foi a semana em que morreu Augusto da Silva Couto (o avô do "Esquilo"), um operário setubalense há muito reformado da EDP. Foi ontem cremado no cemitério da Quinta do Conde.

Quis a sua família, na despedida, homenageá-lo com um acto religioso católico. Coberta estava a urna com a bandeira do seu PCP. O oficiante religioso a dado momento, referindo-se à bandeia mesmo sem o explicitar, afirmou: "percebo que foi um lutador de causas". E continuando a sua intervenção acrescentou "este homem certamente lutou muito, e lutou por causas justas."

Assim foi de facto a vida de Augusto Couto. Teve a homenagem que merecia.

publicado por divagares às 19:17

mais sobre mim
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
15

19
21

23


pesquisar
 
blogs SAPO