divagares

Fevereiro 03 2016

Entre o Uenquem e o Imboé

a morte era um pássaro metálico

sem cor sem canto

estilhaçando a nossa  carne jovem

os nossos nervos os nossos braços

o nosso corpo de amar

              entre Uenquem e o Imboé

nem um mangueiro nos defendeu

nesse dia tão grande e vazio

em que o nosso destino foi uma criança

frágil e desamparada

            entre Uenquem e o Imboé

nada tivemos tudo perdemos

excepto o instinto animal de gatilhar

as armas apontadas             e matar.

 

(Entre o Uenquem e o Imboé, Urbano Bettencourt)

 

 

 

 

publicado por divagares às 11:58

mais sobre mim
Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

15
16
18

21
22



pesquisar
 
blogs SAPO