divagares

Novembro 25 2014

Há pouco tempo publiquei uma citação do brilhante Walter Benjamim (Um acontecimento vivido é finito, ou pelo menos encerrado na esfera do vivido, ao passo que o acontecimento lembrado é sem limites, porque é apenas uma chave para tudo que veio antes e depois.) Agora, na leitura de A Face de Lado, de Leandro Martins, a páginas 48 encontro a seguinte passagem:

... o presente não existe, supomo-lo; com o passado acertamos contas pelo correr do tempo, tanto mais difíceis quanto o tempo que passou, tapeçaria desfiando-se em milhões de fibras, o restaurador correndo atrás de uma cor cuja fórmula se perdeu para sempre. No entanto, é o passado que revive e fornece as lições e as desculpas que dele se pretende extrair. Por isso, tantas faces apresenta, tantas suposições consente. O futuro é apenas o projecto que não resiste ao seu devir, metido a ridículo ao comparar-se com a realidade em que se torna antes de por sua vez se esvair no tempo.

publicado por divagares às 11:56

mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

16
17
18


30


pesquisar
 
blogs SAPO