divagares

Novembro 20 2014

Já muita tinta correu sobre a indignidade de vender a cidadania portuguesa a qualquer um que a possa pagar e independentemente de onde venha o dinheiro, mas na verdade o visto gold é apenas a extensão do capitalismo e da sua doutrina ideológica, o liberalismo, à concepção moderna de nacionalidade. Para mover livremente capital e mercadorias e controlar os fluxos de mão-de-obra, abatendo continuamente o seu valor, importa às nações garantir que a nacionalidade esteja submetida ao critério-padrão da liberdade capitalista: a de adquirir qualquer coisa, uma liberdade que é directamente proporcional ao poder de compra.

António Santos

publicado por divagares às 12:17

mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

16
17
18


30


pesquisar
 
blogs SAPO