divagares

Abril 11 2015

Encontro no Panamá.jpg

Ao presenciar, na televisão, é claro,  o encontro entre Obama e Raul Castro e ouvir as declarações deste, fiquei com a sensação de estar não a ver dois dirigentes de países soberanos mas um vassalo a elogiar o seu senhor. Castro foi subserviente (na minha terra diriam engraxador)  o que é sinal de mau presságio. Não me pareceu adequado estar só a pensar no seu umbigo, esquecendo os processos de agressão ianque em curso por esse mundo fora, nomeadamente contra leais aliados seus como é o caso da Venezuela.

publicado por divagares às 21:56

mais sobre mim
Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

18

20



pesquisar
 
blogs SAPO