divagares

Abril 09 2015

Os Segredos da Censura.jpg

A propósito do livro Os Segredos da Censura, de César Príncipe, o ex-furriel miliciano Manual Joaquim escreveu um interessante artigo publicado no blog luis graça e camaradas da guine, não há muito tempo, Para além das esclarecedoras considerações gerais sobre o livro de C.P., a área de particular interesse do ex-militar é a censura exercida pelos coronéis da tenebrosa Comissão de censura às notícias sobre guerra e, particularmente sobre a "nossa" guerra em Angola, Guiné e Moçambique. Aconselho a visita àquele blog para leitura do texto de Manual Joaquim.

A título de exemplo veja-se esta passagem transcrita no artigo:

“Quanto aos acontecimentos na Niassalândia (Moçambique), eliminar as estatísticas que as Agências estão fazendo do total de mortos e feridos. CORTAR todas as notícias relativas a violências executadas sobre os pretos pelos brancos. Não dar publicidade às atitudes anti-nativas das tropas locais europeias na repressão da revolta. Não dar notícias sobre tiroteio ou fogo aberto sobre multidões a fim de evitar especulações. Não há inconveniente em que se relatem violências exercidas pelos negros sobre os brancos nem que se diga que os motins são instigados pelos comunistas”.

Isto era o  permitido aos orgãos de informação publicar. É uma passagem lapidar da informação que chegava aos portugueses, num regime que imperou durante 48 anos.

Um aparte: E hoje? Não há censura oficial. Mas, há outro tipo de censura descarada, decidida pelos donos dos OCS. Não publicar notícia de uma realização, que importa silenciar, é censura. Nos tempos que correm, é o pão-nosso-de-cada-dia.

publicado por divagares às 11:09

mais sobre mim
Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

18

20



pesquisar
 
blogs SAPO