Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

divagares

divagares

15
Set19

Parabéns Roglic! Parabéns Pogacar!

divagares

2669377-55209850-2560-1440.jpg

 

Tadej-Pogačar-2019-Team-UAE-Photo-Petar-Miloševi

Terminou a Volta a Espanha em bicicleta com a vitória das cores eslovenas. Brilhante a participação do vencedor Primus Roglic - camisola Vermelha e camisola verde. Não menos brilhante o terceiro lugar e camisola  branca, Tadej Pogacar, de apenas 20 anos. Foi belo demais!

13
Set19

Um importante apoio à CDU

divagares

"Numa situação como a que estamos a viver, em que a maioria do Partido Socialista, para bem de todos nós, parece garantida, tenho o meu apoio à CDU como importante para travar certos desvios, ditos de direita, que só quem tem a responsabilidade de governar sabe explicar. Com toda a legitimidade, o Partido Comunista é uma força política de oposição necessária à democracia. E não pode sair enfraquecida destas eleições. Recordo que, no rescaldo do 25 de Novembro de 1975, quando foram muitas as vozes a pedir a extinção deste partido, o inteligente e impoluto Tenente Coronel Ernesto Melo Antunes veio a público dizer isso mesmo."

António Galopim de Carvalho

transferir.jpg

 

05
Set19

Valter Hugo Mãe

divagares

"Salazar mandou assassinar, criou campos de concentração, mentiu, falseou eleições, dispôs do país e das colónias como se fossem sua mercearia e seu fogo de soldadinhos. Por isso, o que diz respeito à saudade de Salazar não é opinião, é desfaçatez."

transferir.jpg

 

05
Ago19

Agressividade. Violência. Brutalidade. Barbárie.

divagares

5AC76E7C-802F-4E1F-908D-70D56C08E210_v0_l.jpg

"A nossa era de barbárie e de insegurança inventou a bomba atómica e o cocktail Molotov, aperfeiçoou a técnica do terror e o terror da técnica e descobriu quase involuntariamente este novo valor: a relevância do Homem.

Ao mesmo tempo que a antiga maneira de ser do homem cedeu lugar à nova, o Homo Sapiens, o rei da criação, transformou-se no Homo Brutalis, a fera sem restrições. Há cento e cinquenta anos, no Ocidente civilizado a percentagem mínima de assassínio de um homem pelo semelhante cifrava-se numa unidade em cada minuto do dia ou da noite, quer em guerras, atentados políticos, conflitos ou crimes. Nos últimos cinquenta anos, durante os quais a média de esperança de vida triplicou o intervalo entre os assassínios diminuiu para um terço, ou seja para cerca de vinte segundos.

Esta e outras estatísticas do género há muito que perderam a sua acção de choque. A dimensão assustadora que a brutalidade atingiu nos nossos tempos não reside na explosão continuamente crescente da violência individual e colectiva (principalmente provocada mediante planos pré-estabelecidos), mas na sua crescente habituação e regularidade. A violência tornou-se numa bagatela banal aplicada aos acontecimentos diários acostumados e desfruta dos nossos pensamentos e sentimentos do direito consuetudinário da tradicional inevitabilidade."

Friedrich Hacker

1_DrJysTLsv7eRJnccnHJovA.jpeg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D