Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

divagares

divagares

28
Mar12

E a Chuva que tarda...

divagares

Estamos a viver um tempo em que a chuva tem estado ausente. Tivemos um Inverno praticamente seco. Qualquer pessoa de bom senso vive inquieta com as consequências de tal situação.

Até a ministra Cristas diz que reza a pedir chuva...

Contaram-me que no Escoural, os mais convictos adeptos dos milagres resolveram promover uma operação de mudança temporária da santa do livramento para a igreja de S. Brissos,  levando-a em procissão. Com isto, expuseram a imagem a uma situação embaraçosa. Se, por mero acaso tivesse chovido era milagre, mas isso não aconteceu frustrando a fé dos crentes, restando-lhe concluir que a santa os não atendeu, não se livrando de alguns juízos de ingratidão, perante tamanha devoção.

Ora, a pobre imagem , que não é vista nem achada nos mistérios meteorológicos, podia ter sido poupada a este embaraço.

Mas um dia destes choverá! Simplesmente porque é próprio da Mãe Natureza! Choverá quando os fenómenos naturais se conjugarem para tal. Mesmo já depois de terem ocorrido danos irreparáveis. E mais uma vez afirmo que por estes danos a santinha não tem culpa nenhuma. Havendo culpados, somos nós os humanos...

Talvez valha a pena reflectir um pouco sobre o assunto. Há muito os especialistas em questões ambientais vêm alertando a opinião pública sobre o fenómeno chamado alterações climáticas. Sobre causas e consequências. Quanto às primeiras, tenho a opinião que o Homem tem pesadas responsabilidades. Os progressos técnicos têm-nos proporcionado uma superior qualidade de vida - só um pequeno exemplo: comemos hoje aquilo que foi colhido ontem a milhares de quilómetros de distância...

Para o nosso bem estar, hoje, não olhamos a meios, comprometendo dessa forma o equilíbrio da nossa casa comum. Produzimos milhões de toneladas de CO2. Consumimos energias fósseis, até à exaustão. Em suma, produzimos os factores que interferem no tal equilíbrio.

Em conclusão, temos o resultado da nossa acção. Somos os responsáveis únicos por aquilo que é chamado aquecimento global. À parte os caprichos da Mãe Natureza, algo depende dos seres que somos nós os humanos. Outros recursos, como seja a intervenção divina, não passam de ilusões.

Esta é a Anta Capela de onde saiu a santa residente.

 

Foto de José Rasquinho,copiada Aqui

 E nesta igreja está instalada, temporariamente.

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub