Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

divagares

divagares

23
Abr12

Dia Mundial do Livro

divagares

 

Porque hoje é o Dia Mundial do Livro - Atenção: Para mim os livros são de Todos os Dias! - assinalo a data com uma imagem do livro mais antigo que tenho na minha biblioteca pessoal - foi editado pela Bertrand em 1787 - e, está bom de ver, dá uma trabalheira tentar ler...

Guardo este exemplar como uma preciosidade que encontrei por acaso numa arca de coisas pessoais da minha avó materna. Já agora conto um pormenor: Suponho ser o único descendente da avó Conceição a conservar duas recordações dela, este livro e uma velha leiteira de faiança.

23
Abr12

25 de Abril - 38 anos

divagares

A Associação 25 de Abril, numa declaração hoje lida pelo Coronel Vasco Lourenço, tornou pública a sua recusa em participar em quaisquer actos oficiais comemorativos do 25 de Abril!

Do meu ponto de vista, é a atitude mais digna que podia ter assumido.

O actual governo e o actual presidente da República (quanto a este, a sua aversão a Abril sempre foi por demais evidente) nada têm a ver com o 25 de Abril. Tudo têm feito contra o 25 de Abril. A sua política é do 24 de Abril.

Presentemente, comemorar a Revolução do 25 de Abril é também um acto de luta contra os escroques que ocupam o poder, servindo-se dele para liquidar o que resta de Abril.

21
Abr12

Azulejos de Setúbal

divagares

Há abundantes exemplares de azulejo decorativo em edifícios, públicos e privados de Setúbal. Apesar de esta ser uma arte decorativa em desuso nas novas construções, , ainda assim, há algumas excepções. Proponho-me divulgar aqui alguns exemplos dessa arte, do passado, e também do presente. Hoje, o conjunto de imagens corresponde a uma vivenda em ruinas, situada na Avenida dos Combatentes:


15
Abr12

O Ponto Ómega

divagares

"Não cheguei a perguntar à velha qual era o motivo. Via-a a descer a escada às arrecuas, de dedos fincados no corrimão. Parava e ficava a olhar, oferecia-lhe ajuda, mas nunca lhe fazia perguntas, nunca indagava qual era o problema, uma lesão física, uma questão de equilíbrio, uma predisposição mental. Limitava-me a ficar parado no patamar e via-a descer, degrau após degrau, uma letã, eis tudo o que eu sabia, e estávamos em Nova Iorque, para mais, onde as pessoas nunca fazem perguntas."

Don De Lillo

 

OBS:Os três pequenos textos do Ponto Ómega que citei aqui, não correspondem à questão central da obra.  São pormenores laterais que achei interessantes, deste livro magistral. Livro, cuja leitura recomendo.

13
Abr12

Do artigo de Miguel Urbano Rodrigues, no Avante de hoje:

divagares

"A factura dos crimes da Finança é cobrada às vítimas, isto é, aos trabalhadores."

 

"As sanguessugas do capital, actuando em nome da Comissão Europeia e do FMI, proclamam que o povo trabalhador deve sacrificar-se, apertar o cinto, cumprir todas as exigências da chamada troika (...)."

 

"Incutir um sentimento de fatalismo nas massas é o objectivo permanente do massacre mediático."

 

"Ajudar milhões de portugueses a compreender como foi possível que 37 anos após uma revolução tão bela e profunda como a de Abril de 74 o país, de tombo em tombo, voltasse a ser dominado pela classe que o oprimiu na época do fascismo, tornou-se uma tarefa revolucionária."

 

"Em 1383 e em 1640, quando o país estava de rastos e tudo parecia afundar-se, o povo português desafiou o impossível aparente e venceu."

 

"É preciso recordar que, após quase meio século de fascismo, o povo português foi sujeito de uma grande revolução que na Europa Ocidental realizou conquistas sociais mais profundas do que qualquer outra desde a Comuna de Paris."

 

"Vivemos um tempo de pesadelo. No fluxo e refluxo da História, os opressores do povo estão novamente encastelados no poder. Mas é útil lembrar que as sementes de Abril sobreviveram à contra-revolução. E elas voltarão a germinar (...)."

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D