Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

divagares

divagares

06
Mai12

Expressão lapidar! Todos usamos...

divagares

"Pra caralho", por exemplo. Qual expressão traduz melhor a idéia de muita quantidade do que "Pra caralho"? "Pra caralho" tende ao infinito, é quase uma expressão matemática. A Via-Láctea tem estrelas pra caralho, o Sol é quente pra caralho, o universo é antigo pra caralho, eu gosto de cerveja pra caralho, entende?" (copiado de "umpovoarasca")

 

Millôr Fernandes

05
Mai12

Azulejos de Setúbal - III

divagares

Prossigo a publicação de imagens de azulejos recolhidas na cidade. Tenho constatado a existência de temáticas diversificadas, que vão das imagens míticas, ao retrato, à paisagem bucólica, às cenas de trabalho, à  reprodução de monumentos locais, a uma certa iconografia em torno de Bocage e Luísa Todi, a exibição cinegética e floral, as figuras geométricas e até o anúncio comercial. Nos muitos edifícios com cobertura de azulejo há exemplares de muita beleza.E há também casos de mau gosto, que Carlos Tavares da Silva num colóquio há já muitos anos, classificou de "azulejo de casa de banho". Sobre esta opinião, que na ocasião considerei exagerada, quero afirmar que me levou, a partir de então, a "olhar" de um outro modo para o azulejo e, concluí há muito que o CTS tinha razão.

Em todo o caso, o azulejo em geral merece a minha atenção, chegando a fazer passeios pela cidade - que quase divido à quadricula - para me deter junto de cada exemplar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estas imagens são de uma vivenda da rua Garcia Peres/B.º. Salgado, onde funcionou a Direcção de Estradas do disrito de STB e que está actualmente devoluta.

03
Mai12

Presidenciais francesas

divagares

Estou curioso relativamente ao resultado da segunda volta das eleições presidenciais francesas. Há muita esperança que resultem numa mudança de políticas. Não sou francês, mas obviamente, não sou indiferente ao seu desfecho. Havendo um candidato racista, fascistoide,  claro que, por exclusão de partes prefiro que vença o senhor Hollande. Mesmo não tendo ilusões sobre qual é o seu campo... Nem me admiro nada se o seu primeiro passo, se for eleito, seja contactar com a dona Ângela...

01
Mai12

Citando Canais Rocha e Rosalina Labaredas

divagares

"... em virtude da feroz repressão que se abate sobre ele, o movimento sindical rural entra em declínio:

 

O Movimento Sindical Rural que atingira um nível notável em 1911-13, cai verticalmente. O movimento de declínio é, aliás, comum a todo o Alentejo e Baixo Ribatejo. As greves de 1912 tinham arrancado ao Movimento Rural alguns dos seus melhores elementos que jazeram a partir daí nas prisões ou na deportação. A Federação Rural vai-se dissolvendo aos poucos até desaparecer por completo.

 

Somente em 1917, após a Conferência Operária de Lisboa, realizada de 29 de Abril a 1 de Maio, e que irá ter forte influência nas lutas desse ano, é que os Sindicatos Rurais empreendem a tarefa de reconstituir a Federação, trabalho difícil, pois no verão desse ano apenas quatro deles mantinham as suas ligações: o de Montemor-o-Novo, o de Évora, o de S. Tiago de Escoural e o de Odemira.

Encontravam-se empenhados nessa tarefa quando deflagra a "revolução" de 5 de Dezembro*."

 

*golpe de Sidónio Pais.

 

Em Os Trabalhadores Rurais do Alentejo e o Sidonismo

 

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D