Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

divagares

divagares

11
Mar13

Venezuela, segundo MUR

divagares

"Tudo Começou a mudar em Roma com Júlio César na opinião de Theodor Mommsen. Não exagerou o historiador alemão, prémio Nobel da literatura.

Num contexto civilizacional muito diferente, poderia afirmar-se o mesmo de Hugo Chavez, tomando como referência a América Latina.

A breve e tempestuosa passagem pela vida deste venezuelano deixa marcas inapagáveis não apenas na história do seu país, mas na atitude perante o futuro dos povos a sul do Rio Bravo. Nada vai permanecer igual ao que era antes de Chavez.

Desde a vitória da Revolução Cubana que o hemisfério não era fustigado por um tsunami social e político comparável ao desencadeado pelo soldado que retomou o desafio da unidade latino-americana de Bolívar. Mas qualquer analogia seria descabida. Ele não repetiu inovou."

 

Miguel Urbano Rodrigues publicou o texto abaixo, sobre a Venezuela e Hugo Chavez, que constitui um ensaio riquíssimo, na senda do que é habitual em MUR. Apesar de extenso, vale a pena ler no sítio do PCB.

 

11
Mar13

A Justiça em Portugal

divagares

A Justiça em Portugal é um espanto, a começar no Tribunal Constitucional!

Foram apresentados vários pedidos de fiscalização do Orçamento de Estado 2013, após a sua aprovação na AR pelos deputados do PSD e do CDS. Esses pedidos de fiscalização foram feitos, por estarem em causa direitos básicos dos cidadãos portugueses. Era suposto a sua apreciação ser célere. Serem de imediato objecto de análise e decisão. Mas, como em qualquer outro tribunal, os processos demoram, demoram, demoram...

Até se dão ao luxo, os excelentíssimos juízes, de invocar que não foi pedida urgência!

Portanto, a decisão será tomada "um dia"...

10
Mar13

Mercedes Sosa - La Negra - "Galopa"

divagares

¿Donde está el atrevido jinete?
vengando a su pueblo y su gente
¿Donde esta el solitario insurgente,
al que ayer lo oculto su vestuario?
¿Donde esta su caballo y su rayo?
¿Donde asechan sus ojos ardientes?

CORO: Galopa, galopa

Lo dice la arena que traigo
la sangre de los desdichados

Galopa, galopa

Lo dice la luna que ahí va la venganza
en esta montura
Va certero y seguro este rayo
Vengando en la noche a los suyos
Sin bandera, sin ley, sin destino,
solo tiene un dolor asesino
Hay nocturno chileno distante
azotado por daño incesante

REPETIR CORO

Hay nocturno chileno distante
azotado por daño incesante

Galopa, galopa

Lo dice la arena que traigo
la sangre de los desdichados
Hay nocturno chileno y distante
azotado por rayo incesante

Galopa, galopa

Lo dice la luna que ahí va
la venganza en esa montura
Hay nocturno chileno y distante
azotado por daño incesante
Hay nocturno chileno y distante
azotado por daño incesante

Galopa, galopa galopa, galopa

Hay nocturno...
(Pablo Neruda)
10
Mar13

América Tropical

divagares

Pintura mural de David Siqueiros, denominada América Tropical, Oprimidos e Destruídos pelo imperialismo, executada em 1932 na rua Olivera, no centro histórico de Los Angeles, EUA, que foi pouco depois tapada, por razões políticas, e só mais de 80 anos depois restaurada, podendo ser admirada novamente, nesse mesmo local.

08
Mar13

Até Sempre Hugo Chavez!

divagares

Hoje, foi o dia do último adeus a Hugo Chavez, o Homem que, na história fica como um grande revolucionário da Venezuela, da América Latina e do Mundo.

Sendo inquestionável que Hugo Chavez foi um sincero revolucionário, nas palavras e nos actos, um verdadeiro patriota e simultaneamente um verdadeiro internacionalista - a sua contribuição para o desenvolvimento da tendência progressista na América Latina e no Caribe foi fundamental - houve uma contradição que nunca consegui entender, ou seja, a sua afirmada amizade por José Sócrates e por alguns dos seus ministros, ou por Mário Soares. Estes personagens da política portuguesa sempre estiveram comprometidos com políticas diametralmente opostas às suas. Mário Soares meteu o socialismo na gaveta, enquanto Chavez se empenhou na construção de uma sociedade que visa o socialismo. No caso de Sócrates, foi um esmerado executor do neoliberalismo, o antípoda da política defendida e praticada por Chavez. Estes portugueses têm os EUA por farol enquanto Chavez nunca teve dúvidas quanto ao carácter imperialista e agressivo dos EUA.

Pese esta contradição, Hugo Chavez mereceu sempre o meu respeito e admiração. Sofri no dia em que ocorreu o golpe reaccionário para o depor e exultei com a derrota desse mesmo golpe, vivi com enorme alegria todas as as suas vitórias eleitorais, segui atentamente e com preocupação o surgimento da sua doença. Fiz parte da centena e meia de portugueses que se concentraram em Figo Maduro, aquando da sua primeira visita a Portugal, para o saudar, ao que Chavez correspondeu saindo do carro presidencial para dialogar connosco.

 

"Só unidos podemos derrotar o imperialismo!", palavras suas.

07
Mar13

Comemorar o 8 de Março - Homenagear Conceição Morais

divagares

Não passou ainda um ano que faleceu a Conceição Morais e a saudade é já tanta! No próximo dia 8 de Março - Dia Internacional da Mulher - a Conceição vai ser alvo de uma homenagem em Sesimbra, a sua terra, promovida pela Câmara Municipal e pelo Movimento Democrático de Mulheres.

A Conceição sempre primou por dar o seu melhor nas muitas causas que abraçou, e foram tantas. Sempre nelas se empenhou com uma imensa alegria. Uma dessas causas foi o Poder Local, tendo sido eleita em vários órgãos autárquicos da sua Sesimbra. Outra, foi a luta pelos direitos da Mulher, que assumiu entusiasticamente enquanto activista do MDM. Estas, são razões (e muitas outras há) que justificam esta justa homenagem: Descerramento de placa com o seu nome, que foi atribuído a uma rua do Bairro de Argéis, às 17,30 horas, e, no auditório Conde Ferreira,  abertura de uma exposição (patente de 08 a 17 de Março), seguida de uma sessão pública, às 18,30 horas.

06
Mar13

Pedro Tadeu (citação)

divagares

"O problema das enormes manifestações, como a de sábado passado, é o dia seguinte, quando se exige um pouco mais de nós do que uma pueril discussão sobre o alegado milhão ou os supostos 500 mil que realmente protestaram nas ruas.

No dia seguinte, dizem os defensores do governo, ninguém apresenta alternativas às políticas de Pedro Passos Coelho, Isso não é, simplesmente, verdade. PS, PCP e Bloco, inúmeros economistas (independentes, de esquerda, do "centrão", gente biograficamente ligada ao PSD e ao PP), jornalistas, vários académicos, todos os parceiros sociais e até intelectuais estrangeiros têm listado, com maior ou menor arrojo, com maior ou menor dissonância em relação ao programa vigente, inúmeras ideias diferentes, de pormenor ou de fundo, para tentar melhorar a situação. Só por desonestidade intelectual se pode dizer que todas elas são irrealismo radical impraticável, demagogia populista ou ilusão revolucionária anacrónica."

 

Da crónica publicada no DN, esta semana.

05
Mar13

O "português" mais poderoso da América!

divagares

Os OCS nacionais noticiam empolgadamente o facto de Ernest Moniz ter entrado para o governo de Obama, como Secretário da Energia. Pelo alarido até parece que Portugal passou a ter um ministro no governo americano! Afinal o homem nem sequer é português! O homem é cidadão americano - nascido, criado, e, ao que consta sempre viveu na sua terra. Apenas é filho de portugueses que emigraram para os EUA, por lá ficaram, naturalizando-se americanos.

Este orgulho provinciano, não passa de uma saloice à portuguesa.

05
Mar13

Era uma vez o Sonho Americano...

divagares

Pronto. Eu nunca fui aquele país. Conheço as mais díspares opiniões de quem lá foi - desde os que  saiem de lá deprimidos com o que viram e há os que saiem como se tivessem estado no país das maravilhas, dependendo do que viram ou "quiseram" ver, ou do que lhes foi possível vislumbrar... pode até acontecer haver exageros em ambos os "lotes". Suponho que, o senhor que fala neste vídeo é um cidadão americano, que sabe do que fala.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D