Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

divagares

divagares

31
Mai13

Os Nobel e a guerra

divagares

Perante um conflito (na Síria) em que a parte chamada rebeldes tem sido armada e estimulada por países terceiros (que são os interessados em mudar a situação naquele país), o Prémio Nobel da Paz, União Europeia (mais uma "grande realização" do comité Nobel, como se não bastasse a anterior "realização" chamada Obama) acaba de levantar o embargo de armas a essa mesma parte que é, nem mais nem menos, os terroristas sírios e seus acompanhantes de outras nacionalidades, nomeadamente , israelitas!

Dentro desse Prémio Nobel da Paz o destaque vai para França do senhor Hollande e Inglaterra, apostadas em reforçar os ditos rebeldes/mercenários/terroristas.

Para compor o ramalhete só falta o Durão Barroso tirar a foto com Hollande e Cameron para ilustrar uma afirmação de que viu armas químicas nas mãos de Bahsar al-Assad!

30
Mai13

Dia de trabalho à borla em todo o país

divagares

Ermengol (Argentina)

 

Hoje, todos os trabalhadores portugueses estão a trabalhar à borla! Apenas para aumentar os lucros dos seus patrões! Assim decidiu Passos Coelho e os seus colegas de desgoverno! O critério é: Vale tudo para encher os bolsos de quem mais tem!

30 de Maio seria o feriado religioso do corpo de Deus. Feriado que se perde no tempo e na tradição, que foi eliminado a pretexto da crise, essa maldita que dá cobertura a tudo.

29
Mai13

Até amanhã, camaradas

divagares

"Paulo dobrou o casaco, pô-lo no porta-bagagens e pegou na bicicleta. Baixo, desasado, uma repa de cabelos brancos aparecendo sob a boina à espanhola, os óculos de tartaruga descaídos, a queimadura na cara, a mão entrapada, parecia um pobre diabo incapaz de fazer qualquer coisa de sério.

- Tu sabes andar de bicicleta? - perguntou Ramos subitamente na sua voz alegre, divertido com a figura do camarada, mas sentindo-se entretanto sem saber porquê um tanto comovido.

Paulo levou a bicicleta até ao carreiro. Aí pôs um pé no pedal, deu um, dois, três. quatro galões com o outro pé (- Ele sabe! Ele sabe! - gritou Ramos gargalhando) e ei-lo sentado no selim. A bicicleta deslizou carreiro abaixo, encurvou perigosamente à direita, depois à esquerda (- Ele cai! Ele cai! - exclamou Ramos pondo-se de pé) e novamente se endireitou. A bicicleta voltou ao meio do carreiro e, agora serena e silenciosa, levando o vulto de Paulo com a cabeça tão encolhida entre os ombros que apenas se via a boina à espanhola, foi-se afastando até desaparecer com o próprio caminho."

 

Manuel Tiago/Álvaro Cunhal

(pintura de Rogério Ribeiro p/o romance Até amanhã, camaradas)

28
Mai13

TC chumba legislação sobre comunidades intermunicipais

divagares

Isto é, soma e segue. O governo actual, ao serviço de interesses estrangeiros e do capital financeiro ( agora é moda dizerem "mercados"), decididamente não respeita a Constituição da República Portuguesa!

Como se não fosse bastante dois Orçamentos de Estado parcialmente chumbados, agora foi a vez de ver chumbada a pretensão de criar umas tais comunidades intermunicipais, não previstas na CRP!

Claramente é um governo que está a mais. É um corpo estranho na sociedade portuguesa.

27
Mai13

Até amanhã, camaradas

divagares

- Muitas coisas diferenciam o homem - continuou Paulo - Acima de

todas, diferencia-o a faculdade de sonhar. Na origem de tudo quanto de belo se fez na história e de tudo quanto de belo possamos fazer, na origem de todas as realizações e façanhas, sempre e sempre encontramos essa maravilhosa faculdade de sonhar.  Todos sonhamos amiga, todos. Sonhamos com um melhor mundo onde uns homens não vivam da dor de outros homens, onde se não matem crianças com metralhadoras, onde o ar se respire com a liberdade. É esse o sonho que nos dá forças para lutar e para sofrer, para nos afirmarmos felizes na nossa dura vida, mesmo quando perdemos muito do que nos é mais querido. Mas não é esse o nosso único sonho. Mentiríamos aos outros e a nós próprios se negássemos que sonhamos também com a felicidade pessoal, que ansiamos ardentemente o amor, filhos que o inimigo não mate, tranquilidade, um mínimo de conforto. Os militantes dão tudo, amiga, mas não devem renunciar a nada. Se matássemos o sonho, matávamo-nos também a nós próprios como seres humanos que somos.

Maria olhava com surpresa crescente o camarada, de ordinário tão parco de palavras, agora tão eloquente. E o que mais a surpreende não são tanto as palavras que ouve, mas qualquer coisa de fundo, sentido, dramático e apaixonado que nelas transparece. Contida, a voz de Paulo baixou mais a mais, agora é só quase um sussurro, mas quanto mais baixa, mais velada, mais dita em segredo, maior exaltação íntima revela.

- Hoje temos de dar tudo, tudo sem restrições nem limites, dar talvez a vida, dar de certeza coisas que custa mais a dar do que a vida. Se a luta rouba aos pais uma filha querida, que maior sacrifício lhes pode ser imposto? Temos de dar tudo, amiga, sem lamentarmos o muito que perdemos. E acredita. Isso é mais fácil de dizer quando o mal nos toca a nós próprios do que quando toca aqueles a quem indicamos o caminho da luta. Mas tem de ser dito e tem de ser sentido - e depois duma pausa acrescentou: - Já se vê sorrir à nossa frente a meta desejada. Cairão uns, outros virão.

 

Manuel Tiago/Álvaro Cunhal

26
Mai13

25 de Maio foi um dia de luta. E outras lutas se seguirão

divagares

Sábado, 25 de Maio de 2013. Um mar de gente a encher aquele espaço enorme nas redondezas do palácio de Belém. A toda aquela gente - Mulheres, Homens, Novos e velhos - não ouvi ninguém chamar Palhaço a ninguém. Mas gritou-se a plenos pulmões a exigência de respeito e cumprimento da Constituição da República Portuguesa pelo cidadão Aníbal Cavaco Silva, que jurou cumprir e fazer cumprir essa mesma CRP!

26
Mai13

Homenagem aos grandes Palhaços

divagares

É uma afronta a qualquer Palhaço que certos indivíduos lhe sejam comparados.

Cá para mim, os Palhaços são em geral grandes artistas. São aqueles que produzem um sorriso até no mais empedernido. No circo, a sua prestação, é sempre o momento alto. O mais esperado. Aqui fica a minha homenagem a Eles!

Pág. 1/5

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D