Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

divagares

divagares

16
Set14

A montanha que pare

divagares

Começou a berrar com dor de parto

Certa montanha, e fez tamanho estrondo,

Que acudiu muita gente, a qual supondo

Que dali nascia uma cidade

Maior do que Paris, eis que nasce um rato.

Quando por esta fábula discorro,

E observo que o sentido é verdadeiro,

Logo se me afigura autor inchado,

Que diz: "eu cantarei a horrível guerra,

       Com que os filhos da terra

Sacrílega invasão nos céus tentaram,

        E a Jove assoberbaram."

Promete grandes coisas, coisas belas;

        Que produz? - Bagatelas.

 

Bocage

15
Set14

Dia de Bocage. Celebremos o poeta!

divagares

 

Sanhudo, inexorável Despotismo,

Monstro que em pranto, em sangue a fúria cevas,

Que em mil quadros horríficos te enlevas,

Obra da iniquidade e do Ateísmo;

 

Assanhas o danado Fanatismo

Por que te escorre o trono onde te enlevas;

Por que o sol da Verdade envolva em trevas,

E sepulte a razão num denso abismo.

 

Da sagrada virtude o colo pisas,

E aos satélites vis da prepotência

De crimes infernais o plano gizas.

 

Mas, apesar da bárbara insolência,

Reinas só no ext'rior, não tiranizas

Do livre coração a independência.

13
Set14

Dois biltres

divagares
Há oito dias, na Quinta da Atalaia, na F.A.,  também lá encontrei estes dois biltres. Assim mesmo como aqui estão, figuravam no friso dos principais protagonistas das políticas de direita, iniciadas em 1976 por Mário Soares. De então para cá foi cada um a esmerar-se para não ficar atrás do anterior em matéria de recuperação de privilégios para os poderosos e destruição de direitos dos mais fracos...
11
Set14

Fantasia Lusitana

divagares

Fantasia Lusitana, um filme de João Canijo. Passou hoje no Charlot (STB) integrado no ciclo de cinema "Liberdade" promovido pela autarquia.

Trata-se uma hábil montagem de imagens de arquivo, que põe diante do espectador o ambiente sufocante do salazarismo, do regime fascista. Um filme que vale a pena ver, para não esquecer que Salazar existiu, que o fascismo existiu por longos 48 anos. E contra ele lutaram muitos patriotas - foi emocionante o simbolismo dos muitos paus sem bandeira transportados na manifestação de Lisboa, de regozijo pelo fim da segunda guerra mundial. Quem corajosamente os transportava, assumia, também dessa forma, o seu empenhamento na luta antifascista.

10
Set14

que tristíssimo espectáculo!

divagares

... a que mais tristeza e repulsa vieram juntar-se baterias de comentadores!
Qual o "espectáculo"?
Vale a pena dizer?
Parece que continua hoje...

 

Faço minhas estas palavras que roubei ao Sérgio Ribeiro. Acrescento apenas que são coisas destas que dão uma contribuição valiosa para o descrédito da política, dos políticos e  dos Partidos.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D