Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

divagares

divagares

06
Set14

E a nossa Festa na poesia de Manuel Veiga

divagares

(...)

Que os hinos sejam. Então. E os rituais se cumpram

Como umbrais de Esperança. E luz de alvorada.
E lanterna. E guia nos passos de dor
Que trilhamos.
E a porta aberta. Seja.
E o rosto dos homens livres e diversos
Seja em seus traços alegoria sinfónica
Do Mundo...

 

04
Set14

Zillah Branco

divagares

"Diante do agravamento do confronto de Israel com o mundo árabe vizinho, armado inclusive com a bomba atómica pelos imperialistas que se consideram donos e polícias do mundo, a população judaica foi ali formada como «povo eleito», com livros escolares que relatam uma falsa história em que os palestinianos são tratados como terroristas e não como povo vizinho, que desenha a geografia do Estado sem reconhecer os limites acordados com a ONU para localizar o Estado. Palestiniano. Com o exercício de uma política de permanente ódio aos árabes e à cultura muçulmana e a prática nazi de controle estrito da informação nacional e da formação mental das gerações mais jovens, transformaram o Estado de Israel numa aberração que faria inveja a Hitler."

(...)

"O mundo livre assiste ao horror praticado na região, que lembra o Holocausto nos campos de extermínio nazi, e a conivência dos sempre «aliados» sob o programa imperialista revestido de um falso protecionismo humanista."

(...)

 "Esta aberração política em que se transformou o Estado de Israel produz criminosos patológicos como, segundo notícia que circulava na Internet no início de Agosto de 2014: «o militar israelita, David Ovadia, divulgou várias fotos com o seu uniforme e armas de fogo, no seu site de Instagram, e numa delas comentou: “Hoje matei 13 crianças.” A este soldado que actua na Faixa de Gaza, em outra foto, uma pessoa cujo nome de usuário é «sherrii-elkaderi» comentou por baixo: «Rezem por Gaza». Como resposta a este comentário o soldado Ovadia escreveu: «Hoje matei 13 e tu serás o próximo. Vão para o inferno, malditos muçulmanos»."

Excertos do artigo publicado hoje no jornal Avante

02
Set14

Pensionistas de Portugal

divagares

 

 

Mira Amaral. Foi ministro dos governos de Aníbal Cavaco Silva. Após sair do governo foi "colocado" como administrador da CGD, onde permaneceu 18 (DEZOITO) meses e loguinho a seguir, apesar de contar apenas 56 anos, teve direito a passar à reforma, com 18.156 euros, que a CGD lhe paga desde 2004. E, estes "trocos" acumula-os com o salário e mordomias que aufere do banco, BIC, onde está actualmente.

É esse mesmo. Um que aparece frequentemente nos ecrãs das televisões a perorar e a lançar "gafanhotos" pela boca quando clama contra os direitos dos trabalhadores e dos reformados e pensionistas...

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D