divagares

Abril 15 2015

Carrilho.jpg

"sem prejuízo de presunção de inocência a que Sócrates tem, como todos nós temos,  um inquestionável direito, é bom que os participantes da "procissão" a Évora se preparem para - caso venha a haver confirmação, ou melhor, condenação num centésimo das matérias que foram apresentadas para justificar  oficialmente a sua detenção preventiva - terem de pôr o país e os superiores interesses dos portugueses à frente, bem à frente, de legítimas amizades pessoais ou de naturais cumplicidades partidárias."

"Pôr país à frente" significa que é preciso preparar a inevitável proposta de expulsão de Sócrates do PS."

Declarações de Manuel Maria Carrilho, ex-ministro do PS e ex-marido da Bárbara Guimarães, numa entrevista publicada ontem pelo Diário de Notícias.

publicado por divagares às 10:38

mais sobre mim
Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

18

20



pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO