Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

divagares

divagares

27
Jan18

...

divagares

19382481_mnwtR.jpeg

"Eu senti que o mundo era um grande refeitório, um refeitório onde toda a gente podia entrar e sentar-se à mesa Connosco e comer."

José Vultos Sequeira em das estradas e das estrelas.

25
Jan18

Virgínia Woolff, 1822-1941

divagares

Virginia-Woolf-virginia-woolf-2846667-720-1000.jpg

Acima de tudo foi uma Mulher muito à frente do seu tempo. Oriunda  duma família de intelectuais, foi uma ficcionista, ensaísta, editora que não deixou ninguém indiferente.Ousada nos domínios da arte e no modo de encarar a sociedade do tempo que foi o seu, questionou sempre o conservadorismo reinante e, com o despontar do fascismo assumiu uma postura anti-fascista. Cultivou o ambiente Tertuliano em que se inseriu, deu aulas numa instituição de ensino para adultos trabalhadores.

Portadora de uma de doença do foro psiquiátrico, pôs fim a vida quando tinha ainda muito para dar aos seus leitores.

Nasceu faz hoje 136 anos

24
Jan18

150 milhões de escravos. Em cena no Teatro da Trindade, Lisboa

divagares

transferir (2).jpg

150 milhões de escravos

Uma criação e encenação da actriz Maria João Luís, em cena no Teatro da Trindade, Lisboa, de 24 a 28 de Janeiro.

"A ideia de trabalhar o neo realismo, nasce de uma vontade minha, pois tendo sido nascida e criada na lezíria ribatejana, conheci bem de perto os protagonistas das obras de Soeiro e Redol. Passados muitos anos, senti a necessidade de “voltar à terra”, à minha infância e adolescência. Ao mesmo tempo, nessa viagem de retorno cruzei-me com este que foi o movimento neo realista português - A luta dos pobres. As gentes da lezíria, os operários da fábrica em Alhandra, os avieiros, os esteiros, os telhais, os campinos, os capatazes, os latifundiários, os ciganos, etc.; uma comunidade socialmente rica e digna de análise, como o fizeram tão bem Soeiro Pereira Gomes e Alves Redol". Palavras da autora.

Nota: Segundo as estimativas da Amnistia Internacional, 153 milhões de crianças escravas existem actualmente no mundo.

 

23
Jan18

A Triumph e a postura de classe de Marcelo

divagares

Marcelo Caetano, perdão, Rebelo Sousa, sempre lesto a distribuir beijos e abraços - mas só quando isso possa favorecer o seu PPD/PSD - no caso das trabalhadoras da Triumph é como se nada acontecesse, ou seja, o PR em funções só age quando os seus actos possam pôr pauzinhos na engrenagem!

images.jpg

triumph_protesto_dez2015.jpg

 

20
Jan18

Maria Teresa Horta

divagares

PRIMEIRO DIA

Hoje é o primeiro 
dia
do ano, meu amor

o primeiro dia

Diz-me se queres
voltar atrás comigo
e começar tudo de novo

como se as estrelas
fossem o início
e nós os dois, meu amor

Adão e Eva…

por paixão
deixando o Paraíso

26167581_1522255054557055_5279348359046715139_n.jp

 (Botticelli)

14
Jan18

Churchil ou o conto mal contado

divagares

17952476_R5MVJ.jpeg

Um filme. 

De como a indústria do entretenimento versus manipulação ideológica constrói um herói, um mito a ser idolatrado à escala planetária.

Aí está o exemplo perfeito: "O Destino de uma Nação"!

O filme que insiste em mostrar-nos o contrário da personalidade do político britânico de nome Winston Churchil. Este filme é só mais um exemplo a juntar a tantas e tantas outras forma de deificação de um poltrão!

E, a propósito, é o pretexto para a grande máquina de manipulação das consciências impor o tema nos jornais, revistas, rádios, televisões, redes sociais da internet.

Winston Churchil foi um político reaccionário, fiel defensor dos interesses imperiais britânicos e apologista da violência para o salvaguardar, um incondicional defensor do grande capital. A classe operária britânica, o Povo trabalhador, jamais teve a sua simpatia e, muito menos a sua solidariedade. O seu papel durante a segunda guerra mundial não foi propriamente o de um herói e só muito tarde - depois de perceber a caminhada vitoriosa do Exército Vermelho em direcção a Berlim - agiu mas, isso não chega e não pode fazer dele um obreiro da derrota do nazismo.

12
Jan18

Natália Correia

divagares

image.png

 

MARCELO E AS TÁGIDES

Marcelo, em cupidez municipal

de coroar-se com louros alfacinhas,

atira-se valoroso - ó bacanal! -

ao leito húmido das Tágides daninhas.Para conquistar as Musas de Camões lança a este, Marcelo, um desafio:

 

Jogou-se ao verso o épico? Ilusões!...

Bate-o Marcelo que se joga ao rio.

 

E em eleitorais estrofes destemidas,

do autárquico sonho, o nadador

diz que curara as ninfas poluídas

com o milagre do seu corpo em flor.

 

Outros prodígios - dizem - congemina:

ir aos bairros da lata e ali, sem medo,

dormir para os limpar da vil vérmina

e triunfal ficar cheio de pulguedo.

 

Por fim, rumo ao céu, novo Gusmão

de asa delta a fazer de passarola,

sobrevoa Lisboa o passarão

e perde a pena que é de galinhola.

 

in INÉDITOS 1979/91

06
Jan18

A dialéctica na poesia de Camões, e a qualidade musical de José Mário Branco

divagares

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,

Muda-se o ser, muda-se a confiança:

Todo o mundo é composto de mudança

Tomando sempre novas qualidades.

 

Continuamente vemos novidades, 

Diferentes em tudo da esperança:

Do mal ficam as mágoas na lembrança,

E do bem (se algum houve) as saudades.

 

O tempo cobre o chão de verde manto,

Que já coberto foi de neve fria,

E em mim converte em choro o doce canto.

 

E afora este mudar-se cada dia,

Outra mudança faz de mor espanto,

Que não se muda já como soía.

 

 

 

 

01
Jan18

2018, eu te saúdo!

divagares

25487439_10204129419271472_2000479930156775160_o (

A todas e todos, desejo as maiores venturas!

Este ano que acaba de iniciar a sua marcha, será o ano da comemoração do segundo centenário do nascimento de Karl Marx, o Homem que verdadeiramente causou ao capital as primeiras dores de cabeça, permanecendo incontornáveis as suas ideias sobre a transformação revolucionária da sociedade humana.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D