Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

divagares

divagares

12
Dez09

Mariana Angélica de Andrade, a poetisa do Sado

divagares

                                          À Liberdade

                                                        Liberdade! Eu também amo

                                                        Essa deusa augusta e santa,

                                                        Que opressas nações levanta

                                                        Da humilhação e do pó!

                                                        Que dos tronos mal seguros

                                                        Faz descer o despotismo,

                                                        E o povo salva do abismo,

                                                        -Porque rei é o povo só!

                                                        (...)

                                                       

 

 

                                          

"A todas as Mulheres que jazem sob a poeira do silêncio e do esquecimento". A todas essas Mulheres, dedica Anita Vilar este seu livro, hoje apresentado.

Aquilo que começou por ser o seu objectivo - pesquisar sobre as Mulheres na toponimia da cidade de Setúbal - conduziu a uma exaustiva investigação sobre um dos nomes que encontrou - Mariana Angélica de Andrade (1840-1882) - trabalho que apresentou, numa conferência realizada no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher, em 8 de Março de 2009, e culminou na obra agora apresentada, numa edição do Centro de Estudos Bocagianos.

Anita Vilar dá-nos a conhecer uma Mulher fascinante, culta, criativa, interveniente na sociedade da sua época (... Enquanto vós, os grandes, os senhores,/Vos recostais, inuteis, indolentes,/Em flácidos coxins,/E caminhais alegres sobre flores,/Descuidados, vivendo em permanentes/E ruidosos festins, ...), que na sua curta vida produziu versos tão belos.

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D