Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

divagares

divagares

01
Mar10

Nadine Gordimer

divagares

"Às vezes ia lá sozinho em dias de semana. Era uma viagem fácil, de quarenta e cinco minutos, no máximo, mesmo apanhando o trânsito das cinco horas. Uma vez fora da cidade, havia que atravessar ainda outra zona industrial, uma dessas aldeias do Transval onde os campos de milho haviam dado lugar às fábricas com jardins concebidos por arquitectos paisagistas, e cuja rua principal estava agora cheia de supermercados, armazéns de grossistas e churrasqueiras, mas era útil poder parar no caminho, na loja do grego, para comprar cigarros ou mercearias finas. Depois era um troço desimpedido junto à linha de caminhos-de-ferro, até chegar ao subúrbio africano, onde as pessoas tinham tendência a sair a correr dos portões para o meio da rua - e havia grandes autocarros superlotados, táxis, camionetas carregadas de gente, bicicletas e crianças por toda a parte. O subúrbio era interminável; a alta vedação de rede, inclinada para dentro e com arame farpado no cimo, contornava o desvio da estrada principal alcatroada e seguia a de terra batida. As filas de casas ainda não chegavam ao limite. Pelo contrário, deste lado ainda se viam lá ao fundo, no veld, fileira após fileira do abrigo-padrão que é a primeira coisa que as crianças desenham: uma caixa com uma porta ao meio, uma janela de cada lado, fumo a sair da chaminé. (...) Depois a estrada inflectia, afastando-se do subúrbio. (...) O próximo ponto de referência que ele dizia aos seua convidados de domingo para procurarem era a loja indiana cerca de duas milhas mais adiante, do lado esquerdo. (...) Nínguem acreditaria (diziam ainda) que a cidade estava apenas a vinte e cinco milhas, e o imenso subúrbio mesmo ali atrás. Paz. A serenidade planáltica das grandes altitudes, a vastidão dos prados sem arbustos nem árvores indígenas; o verde, consoante a estação. Uma paisagem sem nada de teatral, excepto quando se convertia em arena das tempestades de Verão, uma paisagem sem quaisquer características de bilhete postal (as fotografias raramente conseguiam retratá-la) uma típica paisagem do Transval, que, ou achamos maçadora e monótona ou preferimos a todas as outras (diziam eles)."

Nadine Gordimer.  Autora de O Conservador, edição de bolso, comprada por  2,50 no Jumbo. Uma pechincha por um livro fabuloso dessa ilustre sul-africana que escreve magistralmente. Devoro os seua livros.

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D