Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

divagares

divagares

29
Out14

Viva o Povo brasileiro

divagares

2810_mst699Brasil70.jpg

 

Já muito foi dito sobre a vitória eleitoral de Dilma Russef. Acrescento que a senhora presidenta apanhou um valente susto na campanha eleitoral. Na primeira volta - primeiro turno como dizem os brasileiros - em que foram votados também os governadores dos Estados e os parlamentares, o PT e os seus aliados perderam votos e mandatos e a presidenta candidata foi remetida para uma segunda volta. As causas deste resultado são motivo bastante para ser feita uma profunda reflexão sobre os caminhos que os governos de Lula e depois  Dilma seguiram. O deslumbramento é muito perigoso...

Na segunda volta, a vitória minguada da senhora Dilma, foi a meu ver, uma grande vitória! Atente-se no tudo por tudo jogado pela direita, que habilmente utilizou as fragilidades da governação petista. Atente-se no papel dos conservadores OCS, com destaque para o "feito" da Veja na ante-véspera da votação. Atente-se em coisas bizarras como a postura do PCB, que sob a capa de um purismo ideológico colocou Dilma no mesmo saco com o Aécio Neves - não compreendi esta cegueira do Partido brasileiro que mais simpatia me inspira. Atente-se a situações como o apoio do candidato a governador do Maranhão (Vitorioso) ao candidato do neoliberalismo, enquanto o seu Partido, o PC do B, é coligado com o PT, logo apoiante da Dilma, o mesmo PT que no Maranhão concorreu contra o candidato do seu aliado. Isto só pode ser exotismo brasileiro... Atente-se ainda à sujeira da despeitada Marina Silva.

Considerando tudo isto, só pode concluir-se que a vitória de Dilma foi um grande feito. Saiba a senhora presidenta neste último mandato ser "muito melhor do que fui até agora". Ganhará o Povo trabalhador brasileiro e daí a quatro anos o candidato petista voltará a ganhar.

E, deppois desta jornada brasileira, faço votos para que no Uruguai, no próximo mês, o senhor Tabaré Vasquez seja eleito presidente, coroando a expressiva vitória eleitoral das forças de esquerda neste país.

Tabare_Vasquez_t670x470.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D